17 de mai de 2010

MARRECO'S FEST!

Ae galera! Dei uma sumida básica mas estou voltando com boas notícias,
AMONICIDE, banda da qual faço parte, está confirmada no Cast de 20 bandas que estarão se apresentando no dia 19 de junho no Marreco's Fest, um dos maiores festivais de rock/metal do Brasil!

Então fica aqui o convite para todos vocês, quem puder ir tenha certeza de que terá uma grande experiência, eu mesmo fui nas últimas edições e posso afirmar: é bom pra cacete!

Este ano o evento terá as seguintes atrações, segundo o Site Oficial:









TIM RIPPER OWENS

Ripper 'Tim' Owens é, sem dúvida, um dos vocalistas de metal mais importantes do últimos dez anos. Quando ele substituiu Rob Halford, Judas Priest em1996, ganhou grande reconhecimento pela imprensa especializada. Após turnês bem sucedidas com as lendas do metal britânico, boas gravações em estúdio, Jugulator (1997) e Demolition (2001), e as gravações ao vivo, Meltdown - 98 Live (1998) e Live In London (2003), surge o filme Rockstar, baseado na experiência de Tim com o Judas Priest. O retorno de Halford pois fim ao capítulo de Owens com Judas Priest. Mais ou menos imediatamente, ele foi convocado por Jon Schaffer para integrar o Iced Earth onde gravou Glorious Burdon em 2004. Três anos mais tarde, ainda com o Iced Earth, lançou Framing Armageddon (Something Wicked Pt.I), que sucedeu o auto-intitulado álbum de estréia de sua sua própria banda, o Beyond Fear. Em 2008, Owens juntou-se a um dos melhores guitarristas de todos os tempos, Yngwie Malmsteen, estreiando no elogiado Perpetual Flame. Atualmente integra o projeto HAIL! com Andreas Kisser e Paul Bostaph e ainda encontra tempo para trabalhar seu disco solo, o aclamado Play My Game.

Saiba mais: www.timripperowens.com


ALMAH

Almah nasceu como um projeto solo de Eduardo Falaschi, o atual vocalista do Angra, que foi lançado em 2007. Além de atuar como vocalista, Falaschi produziu o disco, compôs todas as músicas e letras, gravou todos os violões e teclados e criou os arranjos de vozes, guitarra, baixo, bateria, teclados e orquestra. No Brasil, a banda já tocou para milhares de pessoas em shows próprios e festivais como os mais recentes Piauí Pop 2008 (Teresina/PI) e Porão do Rock 2008 (Brasília/DF), no palco principal ao lado de Capital Inicial, Pitty, Engenheiros do Hawaii, MUSE, Suicidal Tendence, etc. Após o grande sucesso com a primeira realização, o projeto cresceu tomando forma de banda, há quem considere a formação algo de proporções "mega" devido ao comportamento ao vivo. No dia 24 de setembro de 2008, no Brasil (Laser Company) e na Ásia (Victor-JVC), o Almah lançou seu segundo álbum intiulado "Fragile Equality", e no dia 17 de outubro do mesmo ano lançou na Europa, Estados Unidos e Canadá (AFM), segundo site oficial. O álbum de estréia da banda recebeu resenhas elogiosas em vários dos mais importantes sites e revistas de rock do mundo e chegou a ficar entre os "top 10" nas paradas de heavy metal da Europa.

Saiba mais: www.myspace.com/almahedufalaschi


MYSTIFIER

O Mystifier é uma das bandas mais representativas e cultuadas do metal nacional desde os primórdios de sua fundação, gerando clássicos absolutos que serviram como referência de música extrema feita com qualidade inquestionável nos idos da década de 90, Wicca (92) e Goetia (93). O grupo, capitaneado pelo hoje guitarrista Beelzeebubth, durante esses 16 árduos anos de batalha no underground tupiniquim conseguiu angariar um número impressionante de adoradores por todo o globo com composições que ditaram regra em se falando de peso e, sobretudo, originalidade.

Saiba mais: www.myspace.com/mystifier666


DARK AVENGER

A banda brasiliense Dark Avenger rapidamente se consolidou no cenário metálico com o lançamento do CD auto intitulado em 1995, esbanjando categoria com seu Heavy Metal forte e cheio de vigor, como mostraram já na estréia da banda no mercado, e após dois anos de excursão pelo Brasil. Porém constantes mudanças na formação prejudicaram o andamento dos caras, e queiram ou não, o Dark Avenger caiu no esquecimento por certo tempo, até ser lançado “Tales Of Avalon – The Terror”, que definitivamente recolocou a banda na estrada e no cd-player dos fãs de Metal. É um álbum temático que narra as histórias épicas do reino mágico de Avalon e Camelot em vinte e duas músicas.

Saiba mais: www.darkavenger.com.br


SARCASMO

Fundado em Belo Horizonte, teve seu início em 1993.
Com a efervescência do metal extremo nacional da época, a banda lançou sua primeira demo tape (FUNERAL CORPSE) que recebera uma ótima critica pela revista Rock Brigade, citando as influências claras de bandas como: Canniball Corpse, Posessed , Entombed, entre outras.
A segunda demo tape (INCARNATE IN YOUR BODY), veio em 95, quando Germano Rocha assumiu os vocais definitivamente.
Mais 3 demos tapes foram feitas entre os anos de 95 e 2002, (SALVATION ILUSION, BIZARRE, e PRISION OF SOULS) até o lançamento do primeiro álbum pela Demise Records, SEED OF END, que mesclava músicas em português e inglês, das quais surgiram os clássicos: MALÉFICAS VOZES e SALVAÇÃO ILUSÃO.
Após 5 anos divulgando o álbum pelo cenário da música extrema nacional, o SARCASMO assina com a Cogumelo Records para lançar o seu mais recente trabalho: METAL MORTE.

Saiba mais: www.sarcasmo.com.br


UGANGA

Há 15 anos na estrada, o UGANGA, que no início de carreira se chamava Ganga Zumba, faz parte da rica história do Rock pesado de Minas Gerais que já revelou para o mundo grupos seminais como o Sepultura, Sarcófago, Chakal, Overdose, The Mist, entre tantos outros.
Diretamente influenciado por Thrash Metal e Hardcore, o UGANGAsomou à essa fusão (crossover) algumas passagens mais atmosféricas inspiradas no Dub, samplers/scratches vindos do Hip-Hop e uma dose extra de groove na cozinha.
O universo musical do grupo é uma extensão do próprio caráter de seus integrantes que também está expresso nas letras da banda, carregadas de reflexões acerca do respeito à mãe-natureza, livre arbítrio, dilemas cotidianos e auto-conhecimento.
Em sua trajetória até aqui, já participaram de várias coletâneas e lançaram três demos e três CD’s oficiais: Atitude Lótus de 2003 (um trabalho mais experimental e menos agressivo), Na Trilha do Homem de Bem de 2006 (que retomou a proposta inicial dos primeiros dias) e o novo e mais pesado trabalho Vol.3: Caos Carma Conceito.
Em termos de palco, realizaram constantes giros pelo Brasil tocando ao lado de artistas de estilos variados como Devotos, Paura, DFC, Garage Fuzz, Racionais MC’s, B. Negão, Dr. Sin, Dead Fish, Deceivers, Forgotten Boys, Patife Band, Krow, Tequila Baby, além de terem participado de vários importantes festivais de música independente como o Udi Rock (duas vezes), Jambolada (duas vezes), Vaca Amarela e Tattoo Rock Fest (GO).

Saiba mais: www.myspace.com/uganga


HEAVEN'S GUARDIAN

No início de 1997 no Centro – Oeste do Brasil, o Heaven..s Guardian dava início a uma carreira promissora caracterizada pela força da sua música e pelo talento de seus integrantes. Com a proposta de levar uma música com muita energia a qualquer parte do planeta, o conjunto prepara então o seu primeiro registro fonográfico intitulado “Roll of Thunder” (1999). A aceitação do público foi imediata, tornando músicas como Neverland e a faixa título, referências para o estilo do conjunto. Desperta-se então, o interesse de vários selos e gravadoras em contratar o conjunto. O Heaven..s Guardian assim, estabelece uma parceria com a gravadora brasileira Megahard Records e lança o seu primeiro álbum chamado “Strava” (2001).

Saiba mais: www.myspace.com/heavensguardianband


SLUG

O SLUG completa 18 anos em 2010. Desde o lançamento da primeira DEMO (1993), a banda ganhou lugar de destaque no cenário da música pesada. O CD SHATTERED (1997) foi um sucesso de crítica e de público. O SLUG participou de festivais no Brasil e no exterior e dividiu o palco com artistas consagrados como Paul Di´Anno, Nightwish e OverKill. Em 2000, lançou o aclamado MAXISINGLE, sendo o único artista independente selecionado como atração para o palco principal de dois dos maiores festivais do Brasil: FestRock e Porão do Rock. Neste último, a banda tocou para um público estimado em 70 mil pessoas e foi apontada pela crítica e público como a melhor atração do festival. O SLUG ocupou lugar de destaque na mídia nacional e teve suas músicas executadas na programação diária das grandes rádios do Brasil. Os lançamentos dos álbuns POINTS OF VIEW (2002), NOT FOR SALE (2005) e do single SLUG 15 (2007) consolidaram o SLUG como um dos mais fortes representantes do heavy metal brasileiro.

Saiba mais: www.slug.com.br


RAFAEL CURY & THE BOOZE BROS

O cantor, compositor e produtor musical brasiliense de rock, soul e blues Rafael Cury estudou canto e engenharia de som no Musicians Institute (Califórnia) e é conhecido por sua voz rasgada à la Joe Cocker, e por seus trabalhos com Celso Salim, Dillo Daraujo, Os Poortas, Jam Jazz+Funk, Indiana & the Soul Brothers, entre outros. Em 2007 partiu pra carreira solo com o CD “Trapped in the Past” (GRV Discos), um disco de rock clássico, vigoroso e psicodélico, repleto de referencias setentistas. Uma das canções do disco, “Ballad For The Lost Boy”, foi premiada na Inglaterra como semi-finalista no “UK Songwrting Contest 2008”; e “One For The Summer”, canção escolhida para o primeiro videoclip da banda, já disponível no Youtube, foi indicada ao prêmio IMA (Independent Music Awards) de melhor canção de Rock de 2008, além ter sido selecionada, junto a Oyster’s River, pra fazer parte dos volumes 16 e 17 da coletãnea americana Rock 4 Life .
Rafael Cury já está trabalhando no próximo disco e se apresenta, desde 2007, acompanhado pelos Booze Brothers, banda formada pelo baterista Anderson Nigro (Makina du Tempo, João Ninguém, P.U.S.); o baixista Marcelo Marssal (Dillo & a Gang, Celebration Band, BackDoors Band); e os guitarristas Vitor Fernandes (Celebration Band) e Gleisson Chaves (BackDoors Band). Rafael Cury & the Booze Bros. já participaram de grandes festivais como as ultimas duas edições do Porão do Rock, o F.U.M., o Festival República Blues e o 1º festival Brasileiro de Rock em Angra dos Reis.

Saiba mais: www.rafaelcury.com

TOTEM

.Desde 1999 a banda Totem está ativa na cena roqueira de Brasília. Já tocou nos principais festivais (Marreco’s Fest, Porão do Rock, Brasília Fest Rock, FINCA – UnB, FERROCK, METAL 0800, entre outros), em projetos do GDF (Temporadas Populares, Arte por Toda Parte), participou de coletâneas e tocou ao lado de grandes nomes da música nacional e internacional. Regis Véi – vocal, Fabio Marreco – guitarra, Alex Sotan – baixo e Thiago Totem – bateria, formam o Totem.
Atualmente estão gravando seu primeiro disco, produção que conta com o apoio do FAC (Secretaria de Cultura – GDF). Trabalho que será lançado nacionalmente.


ARD

Banda pioneira do estilo hardcore no DF. Criada há exatos 26 anos, com a proposta de alertar contra crimes ambientais, capitalismo, combate aos problemas sócio-políticos. A banda escreve letras em vários idiomas, tornando-se uma marca característica do grupo desde sua fundação.
ARD é: Vander, Gilmar, Ricardo, Rafael e Juliano.


Saiba mais: www.myspace.com/ardhc


MORK

Unindo-se as melodias obscuras do Black metal sinfônico e a brutalidade do Death Metal, surgiu em 2007 a banda Mork. O sexteto de Brasília, composto por: Gabriel Rodrigues, Guilherme Maciel, Leonardo Arruda, Pedro Henrique Peres, Rafael Foizer e Samuel Borges, vem demonstrando um som de altíssima qualidade e profissionalismo no mercado nacional.
Em apenas três anos de existência, o grupo já se apresentou ao lado de grandes nomes do estilo nacional e internacional, como: Mayhen, Marduk, Miasthenia e Unearthly. A banda já em seu primeiro EP, intitulado Preposterous, recebeu ótima criticas da mídia especializada e vem acumulando fãs do Brasil e de todo o mundo. Este ano o Mork lança seu primeiro CD Full, intitulado Exemption, que promete sacudir as barreiras do gênero e levar grandes novidades ao Black Metal.

Saiba mais: www.myspace.com/morkofficial


CORAL DE ESPIRITOS

O Coral de Espíritos procura executar um Death Metal extremo, rápido e técnico, com influencias de Metal progressivo e música erudita. A banda foi formada em 2002 pelos irmãos Diego Moscardini, guitarrista e vocalista, e Daniel Moscardini, baterista. Junto a João Levy, baixista, deram início ao processo de composição das músicas. Após saída de Levy, em 2004, se junta à banda o amigo Eduardo Stefano dando continuidade ao processo de composição. Em 2007, o guitarrista Vitor Hormidas se junta ao grupo.


LIVE WIRE

A Live Wire é uma banda de Hard Rock com raízes no Rock n' Roll e sem nenhum tipo de preconceito musical. Ela é formada por Adriano Pasqua (Voz e Teclado), Tainan Britto (Guitarra, Teclado e Voz), Leonardo Motta (Baixo e Voz), Marcel Papa (Guitarra e Voz) e Leo Sanacar (Bateria e Percussão). O grupo já existia desde os seus tempos de escola, porém se consolidou oficialmente em 8 de Janeiro de 2007 quando começaram a investir em composições próprias. Passaram a criar um reconhecimento no nicho do hard rock brasileiro e fizeram grandes apresentações como no Hard Rock Café do Rio de Janeiro e na calourada da Unb, onde gravaram o show ao vivo. O grupo lançou em julho de 2008 a Demo "Get Your Mama Out Of My Bed" com as faixas: 315, Downtown City Blues e Hungry For Love e está trabalhando em mais dois singles que serão gravados ainda nesse semestre.


Fallen Angel

Uma das bandas pioneiras de Heavy Metal de Brasília, foi formada em 1986 por Henrique Behr (Alemão) na voz, Rodrigo Bulhões no baixo, Helder Bomfim na bateria, Alexandre Parente e Fejão nas guitarras.
Tendo feito vários shows na cidade em locais como Teatro Galpãozinho (Feira de Música), Parque da Cidade (Rampa Sonora), Gran Circolar, Circus Show, Rock In Brasília, UnB, Rio de Janeiro (Circo Voador , Teatro Ipanema e Espaço Sérgio Porto), em Goiânia, dentre outras cidades, o grupo foi destaque também em notas e matérias em jornais como Correio Braziliense (onde foi eleita “Banda Revelação de 87” por meio do voto popular “Seu voto dá Rock”), Jornal de Brasília, O Globo, Jornal do Brasil e na revista Metal. Além da divulgação da música “Fallen Angel” na Rádio Fluminense do Rio de Janeiro.
A banda teve seu fim com a saída do vocalista Alemão em 88, os integrantes restantes formaram o Dungeon.
Após 21 anos, o Fallen Angel participou do DVD DF Metal, que resgatou a história de 4 bandas de Brasília nos anos 80/90. Em 2009, a banda reuniu-se para apresentação de seu som Heavy na 11ª edição do Festival Porão do Rock a convite da organização do evento, onde o guitarrista Fábio Marreco “substituiu” Fejão (falecido em 96) na guitarra, o grupo foi muito aplaudido pelo público.


FLAMMEA

A banda Flammea foi formada na cidade de Brasília, em 1988, pelas amigas e fãs de heavy Metal Ana Lima, Deize Bentim, Shirley Jovie, Rosane Galvão e Adriana Tavares. O som era influenciado por expoentes do thrash metal da época, como Metallica e Anthrax. Contemporânea das bandas Torino, Fallen Angel, Deja-vu e Volkana, a Flammea foi uma das primeiras bandas de heavy metal com integrantes do sexo feminino a ocupar lugar de destaque no cenário nacional no início dos anos 90. Após um reencontro em 2009, no projeto “She Shakes the Earth”, idealizado por Rosane Galvão, decidiram aceitar o convite do produtor Fábio Marreco para participar do celebrado evento Marreco’s Fest, em sua nona edição, quando terão oportunidade de relembrar os tempos áureos da banda. Para o show, contarão com a participação de Raquel Dias nos vocais, e prometem ao público um revival bombástico, com a execução de algumas das músicas que consagraram as meninas da Flammea (Dark Brain, Slave, In front of the Mirror, Scream of Sadness), além de covers de bandas femininas expoentes do metal mundial. Certamente se surpreenderão os que foram conferir a tão aguardada volta das talentosas garotas aos palcos candangos.


ISOLATE

Banda Brasiliense, formada no início 2007 e desde então se mantendo estável, o ISOLATE conta em sua formação com: Luciano Anjos (ex-Magistellus) nos vocais, Walisson Mota (ex-Tides Of Eternity e ex-Blazing Dog) na guitarra base, Michaella Trivelli (ex-Amadeus e ex-Tides Of Eternity) no baixo, Rodrigo Dias (ex-Rosho - Rush cover) e Júlio Reis na bateria. O intuito musical é o de resgatar as raízes da velha escola do death metal com tendências ao heavy metal, procurando sempre um som pesado e agressivo dentro do mais puro metal, mesclando influências que variam de grandes nomes do Heavy Metal tradicional ao mais extremo e técnico Death Metal. Abordando em suas letras, assuntos que citam os conflitos internos do ser humano, as guerras e suas conseqüências, entre outros temas.

Saiba mais: www.myspace.com/isolatemetalband


AMONICIDE (É nóis!)

Formada em 2005, o Amonicide é uma banda que mistura o Thrash Metal clássico, com algumas nuanças de Death Metal. Influenciados por bandas como Testament, Forbidden, Machine head, Destruction e Exodus, os caras sempre se preocuparam em fazer algo em que gostassem de verdade, sem se prender a modismos, ou algo comercial. Em 2009, entram pela primeira vez em estúdio para dar inicio ao seu primeiro álbum, que irá se chamar Demonicide, 10 musicas do mais puro Thrash Metal, com riffes e acordes tensos, sombrios. A banda é formada por Julio Rasec, Ian Bemolator, Fabio Lontra, Kayo John e Alex Mantova.

Saiba mais: www.myspace.com/amonicidebrutal


SECONDS OF NOISE

Formada em outubro de 1993, a SECONDS OF NOISE vem aos poucos estabilizando seu nome no underground nacional. Após algumas mudanças na formação e no direcionamento musical, a banda trabalha na produção do seu primeiro CD, que começou a ser gravado em 2005 e foi finalizado em 2009.
Lançado pelo selo independente Acid Farted Records, o debut álbum, intitulado HELL IS HERE, deve agradar em cheio aos amantes da fusão DEATH-METAL e GRIND-CORE já que é composto por 12 músicas próprias que utilizam bem os elementos desses estilos, além de abordar temas do cotidiano de forma sarcástica.

Saiba mais: www.myspace.com/secondsofnoisedf


RHEVANGE

O Rhevange foi formado em outubro de 2000, com a proposta de reunir elementos do Heavy Metal tradicional oitentista mesclado a influências que vão do Heavy Melódico ao Thrash Metal. O nome Rhevange foi inspirado na música “Taste My Revenge” da banda Sanctuary, o trocadilho de letras no nome serviu não somente para diferenciar a banda de outros grupos homônimos, mas também para representar o espírito do verdadeiro Heavy Metal na logomarca da banda.

Saiba mais :www.myspace.com/rhevange


É isso aê! Conto com vocês! Abração.

1 comentários:

choog disse...

quero ir :D

18 de maio de 2010 21:33

Postar um comentário